Última hora

Última hora

Apresentação da Constituição iraquiana vai ser adiada pela segunda vez

Em leitura:

Apresentação da Constituição iraquiana vai ser adiada pela segunda vez

Tamanho do texto Aa Aa

A horas de terminar o novo prazo, à meia-noite desta segunda-feira, espera-se um novo adiamento da apresentação da Constituição iraquiana. Já não se cumpriu a data de 15 de Agosto e uma semana depois as divisões permanecem sobre o papel do Islão, o federalismo e a repartição das receitas petrolíferas.

Os sunitas, no Centro do Iraque, opõe-se a uma vasta autonomia quer dos curdos, no Norte, quer dos xiitas, no Sul, pois temem ver-se privados das receitas geradas pela exploração petrolífera concentrada nessas zonas. Nas ruas cada etnia defende as suas posições, enquanto nos bastidores do poder os americanos pressionam para obter um acordo até à data limite para respeitar o calendário de estabilização fixado e enviar uma mensagem à guerrilha. Mas os curdos acusam os americanos por fazer demasiadas concessões aos xiitas. Os sunitas dizem estar a ser excluidos das negociações não oficiais. Mas o peso da rua é para ter em conta quer pelo comité de redacção quer pelos americanos. Se houver a apresentação de uma Constituição, ela terá de passar em referendo com uma maioria de dois terços dos votos em todas as 18 províncias iraquianas.