Última hora

Última hora

Jornada de calor poderá agravar incêndios em Portugal

Em leitura:

Jornada de calor poderá agravar incêndios em Portugal

Tamanho do texto Aa Aa

Três dezenas de incêndios continuam por controlar em Portugal, num momento em que o país se prepara para enfrentar uma nova jornada de calor.

Segundo o Instituto Nacional de Meteorologia pelo menos nove distritos encontram-se em risco máximo de incêndio florestal: Viana do Castelo, Braga, Porto, Bragança, Viseu, Aveiro, Coimbra, Leiria e Évora. As altas temperaturas poderão complicar a situação nos distritos mais afectados como Viseu e Viana do Castelo, onde actualmente lavram cerca de 28 incêndios. No distrito de Coimbra, o fogo ameaça a localidade de Ceira, na periferia da cidade de Coimbra, depois dos bombeiros terem conseguido circunscrever o incêndio que lavrava há mais de uma semana em Pampilhosa da Serra. Um plano especial de emergência foi activado no distrito prevendo a mobilização de meios humanos e materiais de empresas públicas e privadas no combate às chamas. No total mais de quatro mil bombeiros e militares participam nas operações de combate ao fogo, ajudados desde ontem por dois aviões Canadair franceses e um aparelho espanhol. Um terceiro avião italiano e três helicópteros alemães deverão hoje responder ao apelo de ajuda lançado no fim-de-semana pelas autoridades portuguesas, à luz da coordenação europeia das actividades de protecção civil. Só este ano e até agora os incêndios consumiram mais de 130 mil hectares de floresta em Portugal, vitimando mortalmente treze pessoas. Portugal poderá pedir dinheiro do fundo de indemnização europeu para as zonas afectadas.