Última hora

Última hora

Bulgária arrisca-se a ver sonho europeu adiado para 2008

Em leitura:

Bulgária arrisca-se a ver sonho europeu adiado para 2008

Tamanho do texto Aa Aa

O tempo urge para o novo primeiro-ministro búlgaro. Depois de atravessar dois meses de crise política, Sergei Stanichev enfrenta agora um novo desafio vindo de Bruxelas sob a forma de um repto: ou a Bulgária acelera as reformas políticas e económicas ou corre o risco de ver adiada a data de adesão à União Europeia.

Uma condição lembrada ontem pelo presidente da Comissão Europeia José Manuel Durão Barroso, que acolheu Stanichev durante a primeira viagem ao estrangeiro do chefe de governo empossado no dia 17 de Agosto. Barroso reconheceu que, “a formação de um governo forte e estável mostra a vondade da Bulgária em cumprir as condições da União”, mas lembrou que, “mais importante do que legislar é pôr em prática a legislação”. A luta contra a corrupção, o reforço da vigilância nas fronteiras e uma reforma do sistema administrativo e judicial são algumas das medidas exigidas por Bruxelas para que Sofia possa aderir aos 25 em 2007. Em Outubro, a Comissão deverá apresentar um primeiro relatório sobre a actuação do país, que lhe permitirá posteriormente decidir se a data de adesão é adiada ou não para 2008.