Última hora

Última hora

Estados Unidos: a esperança vai renascendo dos destroços do Katrina

Em leitura:

Estados Unidos: a esperança vai renascendo dos destroços do Katrina

Tamanho do texto Aa Aa

A maior operação de resgate e realojamento nos Estados Unidos está em curso, oito dias depois da passagem do furacão Katrina no Luisiana e Mississipi. Vinte Estados norte-americanos estão empenhados na ajuda às vítimas. 16 mil pessoas encontraram refúgio no Astrodome de Huston, no Texas. Muitos organismos sociais, igrejas e particulares abriram as portas aos desabrigados pelo furacão.

Há quem tenha perdido tudo, e não saiba sequer de nenhum dos membros da família:“Não sei por quanto tempo vou manter a minha sanidade mental. Receio pela minha própria vida. Se eu desaparecer, não há ninguém que possa dizer que eu desapareci. Isto dói muito, estou a tentar aguentar-me”, diz uma mulher, em pranto. No meio do desespero de muitos, alguns têm a sorte de encontrar noutros sítios casas para alugar. Nova Orleães vai estar inhabitável durante vários meses. Para já, é preciso bombear a água das ruas, limpar e reconstruir. O apoio dos mais próximos vai ajudando muita gente a sobreviver e a manter fé. “Encontrei uma coisa no meio de todo este terrível cenário, o amor que se sente pelo país inteiro e que faz muita gente prosseguir. É a única coisa que nos resta”, afirma um padre católico Alguns, apesar de tudo, continuam a acreditar no futuro. Joseph Kirsh e Trenise, do Mississipi, decidiram casar-se no campo onde estão refugiados. O necessário para a festa, incluindo o vestido da noiva, foi oferecido por voluntários.