Última hora

Última hora

Egipto: contam-se os votos num escrutínio presidencial polémico

Em leitura:

Egipto: contam-se os votos num escrutínio presidencial polémico

Tamanho do texto Aa Aa

No Egipto contam-se os votos das primeiras eleições presidenciais multipartidárias na história do país. Um escrutínio tão histórico, quanto polémico.

Centenas de observadores independentes autorizados a seguir a votação apenas do exterior das assembleias de voto, denunciaram inúmeros casos de fraudes e irregularidades que ameaçam a credibilidade do acto eleitoral. Um observador afirmava que “apesar do responsável da comissão eleitoral ter dito que autorizava as organizações locais a vigiar a separação dos votos, não lhes foi permitido que o fizessem”. Os principais partidos da oposição afirmaram que a tinta usada para marcar quem votava era de fácil remoção, facilitando a duplicação de votos. São também numerosos os relatos de membros do Partido Nacional Democrático, no poder, aliciando eleitores a favor do presidente Hosni Mubarak. Aos 77 anos, 24 dos quais no poder, Mubarak é o claro favorito para um quinto mandato consecutivo. O resultado do escrutínio só deverá ser conhecido entre o dia de hoje e sábado, já que no Egipto não se realizam sondagens à boca das urnas.