Última hora

Em leitura:

Egipto: Mubarak apontado como vencedor das presidenciais


mundo

Egipto: Mubarak apontado como vencedor das presidenciais

A seguir a Khadafi, é o segundo dirigente árabe mais antigo no poder. Hosni Mubarak é presidente do Egipto há 24 anos e deverá continuar a sê-lo por mais seis.

Ontem realizaram-se as primeiras eleições presidenciais pluralistas da história do país e dois jornais oficiais anunciaram esta manhã que Mubarak apresenta uma confortável vantagem, baseando-se em resultados preliminares. Segundo estes periódicos controlados pelo governo, o presidente poderá ser reconduzido no cargo com 70 por cento dos votos. Mas o escrutínio não terá decorrido sem mácula. Observadores independentes detectaram inúmeras irregularidades a favor do actual chefe de Estado: violação das urnas, compra de votos, intimidação e uso indevido de veículos públicos. Mais ainda, segundo algumas fontes, a taxa de afluência às urnas terá sido bastante fraca. Existem relatos de uma participação eleitoral inferior a 10 por cento em algumas regiões. O Cairo anunciou, pelo contrário, que existiram poucas irregularidades e a taxa de afluência foi elevada. Dez personalidades entraram na corrida presidencial. O resultado das eleições deverá ser conhecido até sábado.
Saiba mais:

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte

mundo

Assassinado o conselheiro militar de Mahmud Abbas