Última hora

Última hora

Medicamentos pediátricos precisam-se

Em leitura:

Medicamentos pediátricos precisam-se

Tamanho do texto Aa Aa

Em breve as crianças terão os seus próprios medicamentos e não meias doses dos medicamentos dos adultos, como acontece com frequência actualmente. O Parlamento Europeu aprovou, em primeira leitura, uma proposta de regulamento que torna obrigatória a investigação sistemática da aplicação pediátrica de todos os medicamentos.

A Comissão Europeia recorda que mais de 50% dos medicamentos que se dão às crianças nunca foi testado para tal. Isso deverá acabar, como explica a eurodeputada francesa Françoise Grossetête, vice-presidente dos populares em Estrasburgo: “Para qualquer novo fármaco, ao mesmo tempo que faz a investigação para os adultos, a indústria farmacêutica terá a obrigação de lançar pesquisas para as crianças. Para os medicamentos já existentes e cuja patente já tenha expirado, os laboratórios que decidam avançar para a investigação pediátrica irão beneficiar de um financiamento, de um fundo que nós decidiremos criar através deste regulamento.” Será também criado um comité pediátrico. Uma das primeiras tarefas será fazer um inventário das necessidades em matéria de medicamentos para crianças. O mesmo comité deverá depois gerir as patentes e as autorizações. O texto prevê encorajar os laboratórios, prometendo aumentar a validade das patentes. Cabe agora aos Vinte e Cinco a decisão final.