Última hora

Última hora

Motoristas belgas ameaçam cortar estradas

Em leitura:

Motoristas belgas ameaçam cortar estradas

Tamanho do texto Aa Aa

Depois do Reino Unido, agora é a Bélgica a ser palco de manifestações para obrigar o Governo a baixar os impostos sobre os combustíveis.

Os taxistas belgas ameaçam cortar as estradas, na próxima semana, à semelhança do que os camionistas já ameaçaram também fazer. A associação de automobilistas “Touring Club” conseguiu juntar já 100.000 assinaturas na petição que vai enviar ao governo de Guy Verhofstadt. Prepara-se assim um barril de pólvora, que pode resultar num movimento sem paralelo. Jean-Claude Schmidt, dirigente sindical, explica os propósitos: “Estamos dispostos a negociar, mas antes disso queremos medidas concretas. Isso significa uma redução drástica dos preços. Se as nossas exigências não forem respeitadas, repetimos o que fizemos em Setembro de 2000, só que desta vez vai ser pior, porque as pessoas, que estão fartas destas subidas nos preços, vão aderir também”. O governo belga anunciou já o pagamento de um cheque de 75 euros a cada família, para compensar o que o Estado encaixou em impostos com a subida do petróleo, mas isso parece não ser suficiente para os consumidores.