Última hora

Última hora

Ucrânia: corrupção mina governo da "revolução laranja"

Em leitura:

Ucrânia: corrupção mina governo da "revolução laranja"

Tamanho do texto Aa Aa

Na Ucrânia, a laranja está a tornar-se amarga para os líderes da revolução. As rivalidades entre os ministros levaram à queda do governo de Iulia Tymoschenko.

As acusações de corrupção chovem de todos os lados. Viktor Yuschenko demitiu esta manhã, em bloco, o executivo. Em conferência de imprensa, o presidente alegou falta de espírito de equipa e conflitos permanentes como motivo da decisão e afirmou: “Daqui para a frente quero ver todas as altas instituições do Estado a trabalharem como uma equipa”,acrescentando: “temos que acabar com a desilusão na sociedade e garantir que os ideais da revolução laranja não são postos em causa”. De formar o próximo governo provisório Iuschenko encarregou o governador regional da região de Dnipropetrovsk, um aliado de hoje que foi ministro de Leonid Kouchma. As rivalidades entre os partidários de Yuschenko e de Tymoschenko já não eram novas, mas a crise estalou com a demissão do chefe da casa presidencial,Oleksander Zinschenko, que bateu com a porta por não ter conseguido a demissão do chefe do conselho de segurança Petro Poroschenko um aliado do presidente. O desafio é grande para o líder da “revolução laranja”. O país enfrenta gravesproblemas económicos, prepara eleições para 2006 e tem como objectivo aderir à União Europeia.