Última hora

Em leitura:

Bush anuncia novas ajudas à medida que a sua popularidade desce a pique


mundo

Bush anuncia novas ajudas à medida que a sua popularidade desce a pique

George W. Bush, o presidente dos Estados Unidos, enfrenta a pior crise doméstica do seu mandato, desde os ataques de 11 de Setembro. A forma como geriu a crise do Katrina, nos primeiros dias, pode custar-lhe sérios revezes políticos. Todas as acções do presidente nestes últimos dias são vistas como formas de colmatar uma deficiente resposta à catástrofe, de resto reconhecida pelo próprio.

Em Washington Bush afirmou, nesta quinta-feira, que “uma ajuda pecuniária de dois mil dólares vai ser dada a cada sinistrado e que a burocracia vai acabar. Os subsídios de desemprego e cupões de comida vão ser entregues às pessoas onde elas estiverem”. Enquanto falava, no relvado frente à Casa Branca dezenas de pessoas manifestavam-se contra o presidente. Vergonha era a palavra de ordem mais escutada.
Saiba mais:

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte

mundo

Jacques Chirac já teve alta do hospital