Última hora

Última hora

George Bush enfrenta novas críticas

Em leitura:

George Bush enfrenta novas críticas

Tamanho do texto Aa Aa

A ajuda chega a Nova Orleães, mas a água putrefacta permanece nas ruas da cidade e continua a representar um factor de eclosão de epidemias. O presidente dos Estados Unidos é cada vez mais criticado. De acordo com a edição de hoje do Washington Post, as debilidades verificadas nas operações de salvamento resultam da nomeação de inexperientes aliados políticos de George Bush para a direcção da protecção civil. Em contrapartida, peritos em desastres naturais abandonaram a agência federal.

Além da crise humanitária, Bush vê-se agora obrigado a gerir os estragos na sua popularidade. “O governo vai estar com vocês durante todo o tempo. O nosso objectivo não é apenas fornecer benefícios, mas também assegurar que eles são simples e fáceis de serem obtidos”, anunciou o líder norte-americano.Numa entrevista, Colin powell, antigo braço direito de Bush, considerou existirem falhas a todos os níveis. Entretanto, a ajuda chega às pessoas mais afectadas. A Cruz Vermelha de Houston anunciou ter iniciado o processo de entrega de cartões de crédito a deslocados que reúnem determinados requisitos. A comunidade internacional também está em acção. O México enviou um contingente de 200 soldados e 44 viaturas, com mantimentos, além de três equipas de saúde. Outra novidade é a mobilização do sistema logístico da NATO, que deu luz verde para uso dos meios navais e aéreos de forma a fazer chegar aos Estados Unidos a ajuda proveniente da Europa.