Última hora

Última hora

Iushchenko quer estabilidade política

Em leitura:

Iushchenko quer estabilidade política

Tamanho do texto Aa Aa

O terramoto político que se viveu ontem na Ucrânia acalmou, mas a estabilidade governativa ainda é uma miragem. O presidente Victor Iuschenko convidou o seu velho aliado e governador regional, Iuri Iekhanurov, a formar governo, depois de, na quinta-feira, ter dissolvido o anterior executivo, liderado por Iulia Timonshenko.

Iuschenko encontrou-se hoje com os líderes parlamentares. Quer convencê-los a trabalharem com o futuro governo para alcançar a estabilidade política. O presidente foi obrigado a dissolver o governo de Timonschenko. Um forma de acabar com um conflito entre membros do executivo e duas altas figuras do Estado, o chefe do gabinete presidencial, Alexandre Treatikov, afastado do cargo, e o influente chefe do conselho de segurança nacional, Petro Porochenko, que apresentou demissão. A gota de água foi a troca de graves acusações de corrupção. Victor Iuschenko, que se tornou presidente depois da chamada Revolução Laranja, tem vindo a perder popularidade nos últimos meses. A instabilidade governamental deverá continuar em Kiev, pelo menos até Março do próximo ano, altura em que se realizam eleições legislativas.