Última hora

Última hora

Militantes palestinianos raptam jornalista italiano na Faixa de Gaza

Em leitura:

Militantes palestinianos raptam jornalista italiano na Faixa de Gaza

Tamanho do texto Aa Aa

A partida israelita da Faixa de Gaza está a colocar um sério problema de segurança no território.

O mais recente exemplo da incapacidade da direcção palestiniana face aos militantes armados foi demonstrado este sábado em Deir al-Balah, no centro do território, com a tomada de dois edifícios administrativos por duzentos homens em busca de emprego. Numa acção que parece ligada à iniciativa e que teima em repetir-se na Faixa de Gaza, um repórter italiano do Corriere della Sera foi raptado por 4 homens armados. Entretanto, o Egipto assume desde hoje a vigilância da fronteira com o território palestiniano. Um acordo assinado com Israel define que, com o intuito de prevenir o contrabando de armas, 750 guardas-fronteiriços irão patrulhar o corredor Filadelfi, uma linha de 14 km que se estende desde o mar ao longo da fronteira com Israel. Anteriormente autorizado a percorrer o corredor equipado de armamento ligeiro, o exército egípcio passa a patrulhar a zona apoiado por equipamento pesado, como vedetas, helicópteros e blindados.