Última hora

Última hora

Gaza: retirada israelita concluída

Em leitura:

Gaza: retirada israelita concluída

Tamanho do texto Aa Aa

Era uma da madrugada, três horas locais, quando a autoridade palestiniana gritou vitória e declarou a retirada israelita dos colonatos como concluída. É o dia por que muitos palestinianos esperavam há 38 anos.

O líder Mahmoud Abbas lembrou que há ainda muito por fazer mas congratulou-se com a partida dos militares israelitas e com o içar das bandeiras palestinianas nos territórios ocupados desde 1967. Pelo menos sete mil homens das forças de segurança palestinianas devem ocupar agora toda a região deixada pelo Estado hebraico. Espera-se que ao longo de todo o dia de segunda-feira, os 21 colonatos da Faixa de Gaza passem a ostentar as bandeiras de cores verde, branca, negra e vermelha da autoridade palestiniana. Seguem-se depois os quatro colonatos na Cisjordânia. Mas as intransigências entre as duas partes do conflitos persistem até ao fim. O chefe de governo Ariel Sharon decidiu que as sinagogas nos territórios antes ocupados não seriam desmanteladas. Os palestinianos não gostaram, pois assim terão de destruir os lugares de culto judeu e isso mancha a sua imagem perante a comunidade internacional. Pelo menos a sinagoga de Netzarim já foi reduzida a cinzas. A autoridade palestiniana confirmou que outros templos vão ser também destruídos.