Última hora

Última hora

Ira dos palestinianos visa edifícios de sinagogas abandonados em Gaza

Em leitura:

Ira dos palestinianos visa edifícios de sinagogas abandonados em Gaza

Tamanho do texto Aa Aa

As sinagogas são os únicos símbolos da ocupação israelita ainda de pé na Faixa de Gaza. Durante a noite, vários templos foram incendiados em Kfar Darom, Morag, Netzarim e Neveh Dekalim, pelos milhares de palestinianos que reocuparam as antigas colónias.

Uma imagem que perturba a tranquilidade da evacuação e que levou os militares palestinianos a começar a demolir desde esta manhã os primeiros templos na colónia de Neve Dekalim. O presidente da autoridade palestiniana Mahmoud Abbas, recusara ontem a proposta israelita de manter os edifícios como centros interreligiosos. “Uma vez retirados os símbolos religiosos das instalações, restam apenas edifícios que deverão ter o mesmo destino que os restantes”, afirmou Abbas. O ministro palestiniano dos Assuntos Civis, Mohammed Dahlan considerou ontem as 26 sinagogas deixadas intactas como “uma última armadilha israelita”. Na maioria das colónias todas as infraestrutras foram destruídas à excepção dos templos, contrariando o compromisso inicial de Israel que cedeu às pressões dos rabinos mais extremistas. A reconstrução da região para albergar mais de um milhão e quatrocentos mil palestinianos, conta com outra dificuldade. O material tóxico como amianto deixado entre os destroços que o exército israelita não removeu.