Última hora

Última hora

Presidência britânica propõe saída airosa para reconhecimento de Chipre

Em leitura:

Presidência britânica propõe saída airosa para reconhecimento de Chipre

Tamanho do texto Aa Aa

É uma saída airosa, aquela encontrada por britânicos e franceses, para um problema que podia pôr em risco a abertura das negociações com a Turquia. Segundo o compromisso, a que chegaram a presidência britânica da União e a França, “a Turquia deve reconhecer a República de Chipre o mais rapidamente possível, após a abertura das negociações de adesão, no próximo dia 3 de Outubro, e antes da entrada do país” na União – o que não deverá acontecer antes de 2015.

No entanto, o governo cipriota grego de Nicósia – o único reconhecido internacionalmente na ilha de Chipre – ainda não se pronunciou sobre esta formulação. Há quase duas semanas que os Vinte e Cinco tentam mas não conseguem entender-se sobre a resposta a dar a Ancara. A Turquia, que só reconhece a auto-proclamada República Turca de Chipre do Norte, alargou, em Julho, o acordo alfandegário, que tinha com os Quinze, aos dez novos membros da União, mas anexou uma declaração unilateral na qual se nega a reconhecer a República de Chipre.