Última hora

Última hora

Chipre ameaça bloquear negociações com Turquia

Em leitura:

Chipre ameaça bloquear negociações com Turquia

Tamanho do texto Aa Aa

Olli Rehn espera que a Turquia reconheça a República de Chipre o mais rapidamente possível. Mas o comissário para o Alargamento, que falava perante a Comissão de Negócios Estrangeiros do Parlamento Europeu, apontou para os problemas de maior urgência – como a recusa de Ancara em abrir os portos e aeroportos aos navios e aviões cipriotas.

“Esperamos que a Turquia implemente o protocolo [aduaneiro] de uma forma não discriminatória, o que significa autorizar completamente a livre circulação de bens de todos os Estados membros, incluindo Chipre”, disse. A Turquia, que só reconhece a auto-proclamada República Turca de Chipre do Norte, alargou o acordo aduaneiro que tinha com os Quinze aos novos dez Estados membros. Mas assinou uma declaração unilateral a dizer que isso não implica o reconhecimento da República de Chipre – a cujos barcos e aviões nega a entrada em território turco. O chefe da diplomacia cipriota, George Iacovou garante que vai “exigir garantias credíveis da implementação [do acordo aduaneiro], antes de dar luz verde à resposta conjunta dos Vinte e Cinco à declaração unilateral de Ancara e às negociações com a Turquia”, previstas para 3 de Outubro. Uma ameaça velada, da parte de Chipre, de bloquear a abertura das negociações. Nicósia não parece ver com bons olhos a intenção da presidência britânica de dar a Ancara vários anos para reconhecer a República.