Última hora

Última hora

Roma decide extradição de suspeito dos atentados de Londres

Em leitura:

Roma decide extradição de suspeito dos atentados de Londres

Tamanho do texto Aa Aa

A Justiça italiana deve pronunciar-se hoje sobre a extradição do britânico de origem etíope acusado pela Grã-Bretanha de ter participado nos atentados de 21 de Julho em Londres.

Hussain Osman, de 27 anos, também conhecido como Hamid Issac, foi detido pela polícia italiana em Roma depois de ter fugido de Londres, logo a seguir aosataques que não provocaram vítimas tendo contudo semeado o caos na cidade. Os advogados de defesa apresentaram recurso diante do Supremo Tribunal para contestarem a legalidade da extradição aprovada por um Tribunal de Roma dia 17 de Agosto, argumentando que não há provas suficientes de que Osmam tentou matar. Este afirma, por sua vez, que apenas quis provocar medo e que na Grã-Bretanha nunca terá um julgamento justo e imparcial. Uma semana depois da vaga de atentados nos transportes públicos londrinos onde morreram 50 pessoas, Osman terá tentado, sem sucesso, fazer explodir o metro em Shepherd’s Bush, no Oeste da cidade. Se a Justiça italiana rejeitar o recurso, o suspeito será extraditado a partir de 21 de Setembro.