Última hora

Última hora

Violência volta ao Ulster

Em leitura:

Violência volta ao Ulster

Tamanho do texto Aa Aa

Uma explosão de cólera ameaça agravar a tensão entre católicos e protestantes na Irlanda do Norte. Militantes fiéis à coroa britânica manifestaram na rua o seu descontentamento depois de terem sido impedidos de atravessar um bairro católico numa marcha da confraria protestante de Orange. As ruas de Belfast encheram-se, ontem, de carros incendiados pela terceira noite consecutiva. Vários veículos roubados foram queimados nos bairros populares protestantes de Belfast, onde grupos de jovens católicos lançaram coktails Molotov. As relações entre as duas comunidades voltam a estar seriamente em causa: “Penso que os protestantes estão a tentar dizer aos republicanos que a violência vai continaur por mais tempo e penso que eles estão convencidos de que esta é a única saída”, explica um casal católico.

No lado católico uma igreja foi incendiada e um cemitério profanado. A polícia interpelou sessenta e três pessoas e deteve dezanove. Pelo menos cinquenta agentes das forças da ordem e dez civis ficaram feridos, é o balanço de três dias de violência no Ulster.