Última hora

Última hora

Nova vaga de atentados em Bagdad causa perto de centena e meia de mortos

Em leitura:

Nova vaga de atentados em Bagdad causa perto de centena e meia de mortos

Tamanho do texto Aa Aa

A capital iraquiana acordou esta manhã para mais um banho de sangue. Uma série de ataques reivindicados pela Al-Qaeda semeou o caos em Bagdad. O mais mortífero foi executado por um kamikake no bairro xiita de Kazimiya onde osiraquianos têm o hábito de se encontrar para pedir trabalho. Este atentado provocou 114 mortos e 160 feridos. Trata-se do segundo ataque mais sangrento depois do fim oficial da guerra, logo a seguir ao de Hilla, em Fevereiro onde morreram 125 pessoas.

Um segundo ataque visou uma patrulha da Guarda Nacional iraquiana. Um bombista suicida fez-se explodir à passagem dos militares mantando três soldados e ferindo em vários. Pouco depois uma nova explosão, no bairro xiita de Al-shula, na zona noroeste de Bagdad, causou a morte a quatro civis e ferimentos em 22. Horas mais tarde um quarto atentado, no nordeste da capital iraquina contra uma fábrica de gás, matou mais 11 pessoas. Em Taji, a 15 quilómetros de Bagdad 17 civis iraquianos foram executados de madrugada por homens armados. Vestidos de soldados os homens fizeram buscas casa a casa e detiveram vários membros de uma tribo xiita, antes de os reunirem na praça pública onde foram executados por bala.