Última hora

Última hora

Bruxelas: Tribunal diminuiu sanção aplicada à DaimlerChrysler

Em leitura:

Bruxelas: Tribunal diminuiu sanção aplicada à DaimlerChrysler

Tamanho do texto Aa Aa

A Comissão Europeia viu a sanção infligida à DaimlerChrysler reduzida de 71,8 para 9,8 milhões de euros.O tribunal da primeira instância considerou que as práticas anti-concorrenciais do fabricante automóvel germano-americano só ocorreram na Bélgica, onde a empresa participou num acordo de fixação de preços com os concessionários.

Além do caso da Bélgica, a Comissão tinha aplicado duas outras sanções ao construtor em 2001. Uma de 47 milhões de euros por ter posto obstáculos ao comércio paralelo da Mercedes, impedindo os consumidores não residentes na Alemanha de aí comprarem o seu carro.A outra de 15 milhões de euros por ter limitado as vendas da Mercedes às empresas de leasing independentes em Espanha e na Alemanha. Mas nestes dois casos o tribunal não deu razão à Comissão Europeia. Daí a sanção ter sido reduzida para 9,8 milhões de euros. Bruxelas está também a investigar a Peugeot por alegadas práticas comerciais contrárias às normas da União.