Última hora

Última hora

Katrina: o número é provisório mas impressinona.

Em leitura:

Katrina: o número é provisório mas impressinona.

Tamanho do texto Aa Aa

São quase 800 os mortos, vítimas do Katrina. Mas nas zonas inundadas ainda há muitos cadáveres. As autoridades esperam milhares de mortos, Nova Orleães foi a urbe mais afectada pelo furacão que passou pela região há 18 dias.

Um dos elementos das equipas de salvamento afirmou que apenas viu destruição e carnificina – “mas quando resgatam sobreviventes consideram que tiveram um bom dia”. As autoridades norte-americancas proibiram os media de fotografar ou filmar as vítimas, em nome do “respeito pela sua dignidade”. Para muitos é pura e simplesmente uma forma de controlar a informação. Entretanto, os cerca de 180 mil residentes de Nova Orleães começam a receber autorização para regressar a casa. Os responsáveis pela saúde pública tentam a todo o custo drenar as águas putrefactas, não só pelos cadáveres submersos, mas porque importantes laboratórios de alta segurança, especializados em investigação médica, perderam milhares de animais e amostrar bacteriológicas nas inundações. Ninguém sabe o que esses agentes biológicos podem causar.