Última hora

Última hora

Reino Unido: Governo apresenta lei antiterrorista e polícia detém suspeitos

Em leitura:

Reino Unido: Governo apresenta lei antiterrorista e polícia detém suspeitos

Tamanho do texto Aa Aa

A polícia britânica deteve sete argelinos, tidos como uma ameaça para a segurança, horas depois do governo ter desvendado alguns pontos da nova e controversa lei antiterrorista.

Os sete homens foram detidos em Londres e Manchester e vão ser expulsos. Em 2002 já tinham sido detidos e um chegou a ser condenado por tentativa de produzir rícino, produto que pode ser usado como arma biológica. As deportações de indivíduos tidos como ameaça e que incitem ao terrorismo estão integradas na nova lei e são criticadas pelas associações de defesa dos direitos humanos, sobretudo, quando o destino são países conhecidos pelos abusos. O ministro britânico do Interior, Charles Clarke, defende a medida e explica que, por exemplo, nos últimos anos os países do Norte de África têm registado uma redução do número de casos de abusos ou de tortura. Um dos pontos da nova lei, contestado também pela oposição, é o aumento paratrês meses o período de detenção de um suspeito de terrorismo sem acusação. Actualmente é de duas semanas. A lei deverá chegar ao parlamento em Outubro e o governo britânico justifica a medida com as novas exigências de investigação. O argumento não convence e um perito da ONU avisa que a Grã-Bretanha integra o grupo de países que podem ser criticados pelos ataques aos direitos humanos feitos em nome da luta antiterrorista.