Última hora

Última hora

Volkswagen pode vender Seat

Em leitura:

Volkswagen pode vender Seat

Tamanho do texto Aa Aa

Começou por ser a filial espanhola da Fiat; mais tarde, foi comprada pela Volkswagen. Agora, a Seat pode mudar outra vez de mãos. Segundo uma notícia publicada por uma revista alemã, a actual casa-mãe está a ponderar vender a Seat, uma vez que as vendas, em queda, não estão a compensar os custos que o grupo tem com a manutenção da marca.

As vendas da Seat em Espanha, principal mercado da marca na Europa, têm vindo a caír, gradualmente, desde o início da década. Este ano, foram vendidos pouco mais de 100.000 carros. As especulações chegam numa altura em que a administração da Seat está em negociações com os sindicatos sobre possíveis supressões de postos de trabalho e reduções de salário. A empresa tem vindo a reduzir a produção na fábrica de Martorell, perto de Barcelona, a principal da Seat, o que faz com que haja cerca de 800 trabalhadores excedentários, ou seja, um décimo da força de trabalho, segundo estimativas da empresa. Apesar dos rumores, a Volkswagen nega que queira vender a Seat ou fechar a fábrica de Martorell.