Última hora

Última hora

Primeiras eleições livres no Afeganistão 30 anos depois

Em leitura:

Primeiras eleições livres no Afeganistão 30 anos depois

Tamanho do texto Aa Aa

O Afeganistão prepara-se para as primeiras eleições legislativas da era pós-taliban. Quase seis mil candidatos apresentam-se neste domingo. Todos os meios serviram para levar os 40 milhões de boletins de voto emitidos aos locais mais distantes do país, desde burros, camelos, helicópteros e camiões.

Uns 12 milhões de cidadãos têm direito de voto. No novo parlamento as mulhere têm 1/4 dos assentos garantidos. Os boletins de voto têm 14 páginas, a maior parte da população afegã não sabe ler. A tinta indelével, utilizada nas presidenciais, vai ser de novo usada para evitar fraudes. Mais de 100 mil membros das forças de segurança, polícia e soldados afegãos assim como militares internacionaos participam na manutenção da ordem. Uma demonstração de força que não foi suficiente para evitar emboscadas e ataques por parte dos rebeldes. Numa emboscada em Cabul, neste fim de semana, pelo menos três polícias morreram. E no sul do país sete taliban foram abatidos na sequência de uma outra emboscada, contra uma patrulha da polícia que vigiava a estrada que leva a Kandahar.