Última hora

Última hora

Impasse político na Alemanha reflecte-se na bolsa

Em leitura:

Impasse político na Alemanha reflecte-se na bolsa

Tamanho do texto Aa Aa

A bolsa de Frankfurt fechou em queda, esta segunda-feira, na ressaca das eleições mais cerradas que a Alemanha teve desde o pós-guerra.

A incerteza sobre quem será o novo chanceler alemão, depois do SPD de Gerhard Schröder e da CDU de Angela Merkel terem terminado quase empatados, reflectiu-se também nos mercados. O índice Dax fechou com uma queda de 1,2 por cento. A tendência foi acompanhada pela maioria das outras praças, embora com quedas mais suaves. O PSI 20, em Lisboa, fechou muito ligeiramente abaixo da linha de água. Diz Norbert Walter, economista-chefe do Deutsche Bank, “o Dax é composto por empresas internacionais e não vai ser muito afectado. O índice sofreu com as complicações internacionais, no entanto subiu mais que os outros. Isso porque a Alemanha se centou nas reformas, a partir do Outono. Isso não se passa agora. O DAX deve continuar com um desempenho abaixo dos mercados internacionais, está a haver um retrocesso”. Outro efeito das eleições na economia está a reflectir-se na cotação do euro, que caíu para um mínimo de sete semanas, a um valor pouco acima de 1,21 dólares. Os analistas dizem que a moeda única europeia pode caír ainda mais, nas próximas semanas, se se prolongar a incerteza política na maior economia da Europa.