Última hora

Última hora

Siemens vai eliminar 2400 empregos

Em leitura:

Siemens vai eliminar 2400 empregos

Tamanho do texto Aa Aa

A Siemens vai reduzir o quadro no sector de tecnologias de informação. O grupo alemão quer reduzir em 1,5 mil milhões de euros os custos da filial SBS (Siemens Business Services) e para isso vai eliminar 2400 postos de trabalho, na Alemanha, ao longo dos próximos dois anos. O grupo quer assim ganhar competitividade em relação aos principais concorrentes, como a francesa Cap Gemini.

A Siemens quer também dissolver a divisão de logística L&A e fazer cortes na filial de comunicação. A Siemens é actualmente um dos maiores empregadores privados do mundo. Apesar de vários cortes no quadro, o número de trabalhadores tem vindo a crescer. Actualmente, conta com 438.000 empregados, a nível mundial, dos quais 160.000 na Alemanha. Um membro do sindicato IG Metall diz que “as medidas agora anunciadas são resultado de uma reacção de pânico e podem produzir algum efeito a curto prazo, mas a longo prazo talvez não sejam a melhor solução”. Como resultado desta reestruturação, o presidente da SBS, Adrian von Hammerstein, demitiu-se, um ano depois de ter sido nomeado para o posto. O presidente da Siemens, Klaus Kleinfield, prometeu aos accionistas que todas as divisões do grupo atingiriam os objectivos até 2007.