Última hora

Última hora

Ucrânia: Parlamento inflige revés ao presidente Iuchtchenko

Em leitura:

Ucrânia: Parlamento inflige revés ao presidente Iuchtchenko

Tamanho do texto Aa Aa

O presidente da Ucrânia sofreu hoje um revés, ao começar a pagar o preço por ter posto fim à aliança com a ex-primeira-ministra, Iulia Timochenko. Viktor Iuchtchenko viu o parlamento rejeitar Iuri Ekhanurov, nome que tinha proposto para o cargo de primeiro-ministro.

De nada valeu a intervenção do presidente. Iuchtchenko chegou a dizer que a rejeição seria um apoio a todos os que querem destabilizar o país. Mas Ekhanurov, um tecnocrata aliado do chefe do Estado, ficou a três votos da nomeação, devido à abstenção de quatro partidos, entre eles o da ex-primeira-ministra. Agora, Iuchtchenko pode decidir negociar a nomeação de Ekhanurov e esperar um segundo voto ou apresentar um novo nome. Mas a sete meses das legislativas agudiza-se a crise iniciada a 8 de Setembro. Para acabar com meses de lutas no executivo, Iuchtchenko demitiu o governo de Iulia Timochenko, a aliada dos dias de revolução, nomeada chefe do governo em Fevereiro e agora suspeita de corrupção e abuso de poder.