Última hora

Última hora

Carla del Ponte acusa Vaticano de não ajudar TPI

Em leitura:

Carla del Ponte acusa Vaticano de não ajudar TPI

Tamanho do texto Aa Aa

A procuradora do Tribunal Penal Internacional de Haia (TPI) está chateada com o Vaticano. Carla del Ponte acusa a Santa Sé de não ajudar o tribunal que julga os criminosos de guerra da ex-Jugoslávia a deter o general croata Ante Gotovina acusado de ter matado perto de 150 sérvios.

As últimas informações dão conta de que Gotovina tem recebido apoio de uma série de mosteiros católicos da Croácia. Por este motivo, del Ponte pediu ajuda ao Vaticano. Em conferência de imprensa, Florence Hartmann, porta-voz da procuradora, referiu que o TPI “precisa da colaboração do Vaticano para saber onde é que Gotovina esteve no passado, está actualmente e poderá estar no futuro, de forma a ser detido pelas autoridades competentes.” Enquanto o governo croata afirma que Ante Gotovina não se encontra no país, o ministro dos Negócios Estrangeiros do Vaticano, o arcebispo Giovanni Lajolo, pediu a del Ponte provas que demonstrem a presença do ex-general croata em igrejas. Lajolo afirmou mesmo que se vir essas provas, contactará de imediato as autoridades eclesiásticas competentes. Ante Gotovina é um dos últimos sete fugitivos procurados pelo Tribunal Penal Internacional e a sua captura é exigida por Bruxelas para que a Croácia possa iniciar as negociações de adesão à União Europeia.