Última hora

Última hora

Timochenko quer voltar a formar "equipa única" com Iuchenko

Em leitura:

Timochenko quer voltar a formar "equipa única" com Iuchenko

Tamanho do texto Aa Aa

A ex-primeira-ministra ucraniana, Iulia Timochenko voltou a oferecer os seus serviços ao presidente Viktor Iuchenko. Em conferência de imprensa, a ex-chefe de governo referiu estar disposta a esquecer “todos os insultos e as questões que levaram ao aumento da tensão” na sua relação com Viktor Iuchenko. Timochenko referiu ainda que estava disponível para voltar à equipa de Iuchenko e que gostaria de voltar a constituir novamente “uma única equipa”.

Além de outros altos responsáveis, Viktor Iuchenko demitiu Timochenko e a sua equipa governativa no dia 08 de Setembro para pôr fim às divisões do poder e a um escândalo provocado por acusações mútuas de corrupção. Na terça-feira, o parlamento ucraniano recusou a nomeação, feita pelo chefe de Estado, de Iuri Ekhanurov para substituir Timochenko. Este tecnocrata reformador continua, no entanto, a assegurar interinamente a liderança do governo. De acordo com os meios de comunicação ucranianos, no início de Setembro, Viktor Iuchenko tentou convencer Timochenko a ficar na liderança do Governo e a demitir vários ministros-chave. A recusa da popular “dama de ferro” ucraniana provocou a demissão de todo o executivo e mergulhou a Ucrânia numa tempestade política, nove meses depois da “Revolução Laranja”.