Última hora

Última hora

Itália: ministro da Economia demite-se

Em leitura:

Itália: ministro da Economia demite-se

Tamanho do texto Aa Aa

O ministro italiano da economia vai demitir-se esta quinta-feira. Domenico Siniscalco esteve já na noite passada com o chefe de governo Silvio Berlusconi a quem comunicou a decisão. Hoje, Siniscalco deveria deslocar-se a Washington para a reunião do Fundo Monetário Internacional ao lado da última pessoa com quem quereria estar: Antonio Fazio.

O ainda ministro da Economia entrou em rota de colisão com o homem-forte do Banco Central italiano. Tudo começou quando foram reveladas escutas telefónicas que comprometiam Fazio. Na transcrição tornada pública, o governador do Banco de Itália dava a entender que iria pôr de parte o grupo holandes da ABN AMRO, no negócio de aquisição do Antonveneta, a favor dos italianos da Banca Popolare. Há poucos dias, a AMRO alcançou o objectivo e lançou uma OPA sobre a totalidade do capital do Antonveneta. A Banca Popolare perdeu a corrida. Apesar das pressões, Fazio não se demitiu nem foi demitido. Alegadamente escandalizado com a situação, o Siniscalco sai de cena. É o segundo ministro da economia do último governo de Berlusconi a demitir-se.