Última hora

Última hora

Braço-de-ferro entre a Fatah e o Hamas nas municipais

Em leitura:

Braço-de-ferro entre a Fatah e o Hamas nas municipais

Tamanho do texto Aa Aa

O grupo radical islâmico Brigadas dos Mártires de Al-Aqsa decidiu romper a trégua aos ataques anti-israelitas. O anúncio foi efectuado por um dos principais chefes logo a seguir a uma operação militar israelita onde um activista foi abatido. Três militantes palestinianos, entre os quais o chefe local das Brigadas dos Mártires de Al-Aqsa foram mortos durante um tiroteio em Jenine, no norte da Cisjordânia.

Também dois outros palestinianos, membros do movimento radical Jihad Islâmica morreram em confrontos, na cidade vizinha de Birquin. A tensão sobe de novo no território que vai, hoje, às urnas. Os palestinianos elegem os conselheiros municipais na Cisjordânia num escrutínio parcial que opõe a Fatah de Mahmhoud Abbas e o movimento radical Hamas. Trata-se da terceira fase das eleições municipais nos territórios palestinianos. Este escrutínio serve de preparativo para as eleições legislativas previstas para dia 25 de Janeiro e nas quais o Hamas participará pela primeira vez.