Última hora

Última hora

Eleições municipais palestinianas testam força dos radicais do Hamas

Em leitura:

Eleições municipais palestinianas testam força dos radicais do Hamas

Tamanho do texto Aa Aa

São as primeiras eleições municipais palestinianas em 28 anos.Esta quinta-feira decorre a terceira fase do sufrágio em que quase 130 mil palestinianos são chamados a eleger os conselheiros municipais. Há perto de 2 mil e 500 candidatos, entre os quais 600 mulheres.As duas primeiras fases ocorreram em Dezembro e Maio. A última fase está prevista para da 8 de Dezembro.

Estas eleições estão a servir para testar a força e influência dos radicais do Hamas para as legislativas de Janeiro. A influência extremista está em franca ascenção, pelo menos se tivermos em conta os resultados das outras fases destas municipais. Mas a renúncia ao desarmamento preocupa não só Israel e a comunidade internacional, como Mahmoud Abbas que quer que o seu partido ganhe. Caso o Fatah fique atrás do Hammas nestas eleições, os extremistas ganham força política. Entretanto, o cessar-fogo entre israelitas e palestinianos não passa de uma miragem. Todos os dias há ataques de um lado ou do outro. Esta quinta-feira foi a vez das Brigadas dos Mártires de al-Aqsa romperem a trégua nos ataques. O anúncio foi feito por um dos principais líderes do grupo, depois de um activista palestiniano ter sido morto pelo Tsahal e de três outros militantes terem morrido num tiroteio em Jenine.