Última hora

Última hora

John Roberts: o mais novo presidente do Supremo Tribunal dos Estados Unidos

Em leitura:

John Roberts: o mais novo presidente do Supremo Tribunal dos Estados Unidos

Tamanho do texto Aa Aa

John Roberts já prestou juramento como presidente do Supremo Tribunal dos Estados Unidos. Aos 50 anos, este conservador moderado torna-se no mais jovem juiz a dirigir o órgão máximo da Justiça norte-americana.

Roberts substitui William Rehnquist, outro juiz conservador, que faleceu no início deste mês aos 80 anos, vítima dum cancro. Após assumir este cargo vitalício, John Roberts formulou o desejo de “deixar às gerações futuras, um quadro de governação autónoma tão forte e vibrante como o legado” do seu predecessor. Salvo qualquer acidente, Roberts terá várias décadas para deixar a sua marca no Supremo, que terá de pronunciar-se sobre questões dificeis como o aborto, os direitos dos homossexuais, bem como a protecção ambiental ou o financiamento das campanhas políticas. A nomeação de Roberts foi fruto de longas negociações entre Republicanos e Democratas, que ameaçam bloquear a próxima escolha de Bush, caso o presidente opte por alguém mais conservador para ocupar o lugar de Sandra Day O´Connor que renunciou ao cargo em Julho. Para conseguir uma aprovação como a desta quinta-feira em que o presidente do Supremo foi confirmado pelo Senado com 78 votos a favor e 22 contra, George W. Bush terá de propor um nome tão consensual como Roberts, que conseguiu o “sim” de metade dos senadores democratas. Mas, na próxima nomeação, estará em causa o balanço de poderes entre os nove membros do Supremo e, por isso, a expectativa é enorme sobre o nome que Bush deve anunciar na próxima semana.