Última hora

Última hora

Curdos da Turquia reclamam participação nas negociações de adesão

Em leitura:

Curdos da Turquia reclamam participação nas negociações de adesão

Tamanho do texto Aa Aa

Cerca de 4.000 turcos curdos manifestaram-se, hoje, em Bruxelas a favor do reconhecimento do Curdistão e da inclusão dos curdos da Turquia nas negociações com a União Europeia.

A iniciativa foi organizada pela confederação das associações curdas europeias que exortou Ancara a libertar, Abdulha Ocelan, o líder do PKK capturado em 1999, uma formação que luta há 22 pela criação de um Estado curdo no Sul da Turquia. Amanhã à noite os chefes da diplomacia dos Vinte e Cinco vão tentar um último acordo sobre o quadro negocial em que deverão decorrer as reuniões onde se discutirá a adesão à União. Perante a morosidade do processo e a polémica que divide os estados membros o primeiro-ministro turco ameaçou que Ancara poderá desistir e dizer não à Europa. Aos que se opõem à entrada do seu país Recep Tayyp Erdogan chamou fanáticos e pediu-lhes que abondonem os preconceitos. O representante da diplomacia europeia, Javier Solana, defendeu que é preciso respeitar os compromisso com a Turquia e dar início, segunda-feira, às negociações oficiais da adesão.