Última hora

Última hora

Bali: seis portugueses continuam por contactar

Em leitura:

Bali: seis portugueses continuam por contactar

Tamanho do texto Aa Aa

Segundo o Ministério dos Negócios Estrangeiros, até ao momento não há registo de portugueses entre as vítimas dos atentados em Bali. Mas a embaixada de Portugal em Jacarta ainda está a tentar contactar seis cidadãos que estarão na ilha indonésia.

Apesar da tragédia manchar a paisagem, há quem não esteja disposto a abdicar das férias. Junto ao monumento que homenageia as vítimas dos atentados de 2002, um britânico declarou-se “muito assustado e preocupado”, mas “sem intenções de abandonar Bali e a população local”, sublinhando que “os balineses não têm culpa pelo sucedido”. Afirmou ainda que “acabou de chegar e pretende ficar até ao fim das férias”. Uma opinião que não é de todo partilhada por muitos outros turistas, que desde o aeroporto de Bali, começam já a regressar a casa. Muitos com a terrível recordação dos ataques, como um alemão que explicou que “se dirigia a um restaurante onde comeu cinco vezes durante as férias, quando ouviu as explosões, e foi horrível”. Estes novos atentados são um rude golpe para a indústria turística de Bali, quando a economia local começava a recuperar dos atentados de 2002.