Última hora

Em leitura:

Horror em Bali, na Indonésia


mundo

Horror em Bali, na Indonésia

Pelo menos seis pessoas estiveram implicadas nos atentados de ontem, em Bali, entre as quais três presumíveis suicídas, segundo o chefe da polícia local.

Três explosões com alguns minutos de intervalo provocaram 26 mortos e mais de uma centena de feridos. A primeira explosão deu-se no restaurante Raja em Kuta.Logo a seguir, mais duas deflagrações em Jimbaran, esta filmada por um vídeo amador ou por alguém em cumplicidade com os kamikazes, uma pista que os investigadores não põem de lado. A câmara concentrou-se num homem com uma mochila que se fez explodir em directo.

Duas dezenas de pessoas estão ainda dadas como desaparecidas. Entre as vítimas mortais encontram-se quatro estrangeiro: um japonês, e três australianos entres os quais um adolescente. Tal como há três anos, estes atentado têm a marca da Jemaah Islâmiah, um braço da Al-Qaeda na Indonésia. As suspeitas para a fabricação do tipo de explosivos usados conduzem a Noordin Mhoammad Top e Azahari Husin, activamente procurados por suspeita de implicação activa noutros atentados na Indonésia. A polícia estará na pista de três suspeitos uma informação avançada hoje por um canal de televisão indonésio mas não confirmada pelas autoridades.

Saiba mais:

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte

mundo

Bali: seis portugueses continuam por contactar