Última hora

Última hora

Reunião-chave para o início das negociações de adesão da Turquia À UE

Em leitura:

Reunião-chave para o início das negociações de adesão da Turquia À UE

Tamanho do texto Aa Aa

No Luxemburgo decorre esta noite uma reunião de emergência dos Vinte Cinco, para tentar um último acordo sobre o quadro negocial da adesão da Turquia à União Europeia.

O clube europeu precisa de ultrapassar a oposição da Áustria, que propõe antes uma “parceria privilegiada” com Ancara. Um obstáculo que os ministros dos Negócios Estrangeiros não conseguiram vencer na passada quinta-feira. Esta noite é imperativo um compromisso, para que as negociações arranquem amanhã, como estava previsto. Dirigindo-se ao seu partido, o primeiro-ministro turco endureceu o discurso e mostrou a crescente impaciência do seu país. Recep Tayyip Erdogan declarou que “o quadro negocial para 3 de Outubro será revelador do futuro da Turquia, mas também da Europa”. Erdogan disse que “a Europa, demonstrando a sua maturidade política, decidirá entre converter-se num actor global, ou confinar-se num clube cristão.” Ankara diz ter cumprido todos os requisitos impostos por Bruxelas para a abertura das negociações. Mas a Turquia enfrenta agora também a imposição do reconhecimento de Chipre e do genocídio arménio. O executivo turco ameaça abandonar as negociações se a plena adesão de Ancara foi preterida em favor de uma “parceria privilegiada”.