Última hora

Última hora

Nobel da Medicina distingue dois patologistas australianos

Em leitura:

Nobel da Medicina distingue dois patologistas australianos

Tamanho do texto Aa Aa

A Academia Sueca revelou hoje em Estocolmo o nome dos vencedores do prémio Nobel da Medicina em 2005.

J. Robin Warren e Barry J. Marshall, dois investigadores australianos, foram os laureados devido à descoberta das implicações da bactéria Helycobacter Pylori na origem de gastrites e úlceras pépticas. Warren, de 68 anos, é patologista em Perth e trabalha em colaboração com Marshall, de 54 anos, professor de Microbiologia na Universidade de Western na mesma cidade. A descoberta permitiu facilitar o tratamento de inflamações do estômago e do duodeno, outrora consideradas doenças crónicas, mas agora facilmente combatidas graças a antibióticos e inibidores de secreção de ácidos. O Nobel da Medicina está dotado de um prémio de 1,1 milhões de euros e será entregue em Estocolmo a 10 de Dezembro.