Última hora

Última hora

O início de uma longa negociação

Em leitura:

O início de uma longa negociação

Tamanho do texto Aa Aa

Dois anos após o primeiro pedido de adesão da Turquia à União Europeia, os 25 e Ancara acordaram o início das negociações na madrugada desta segunda-feira.Depois de quase 24 horas de conversações “longas e penosas”, entre os ministros dos Negócios Estrangeiros dos 25, a Áustria, sempre isolada, acabou por aceitar um acordo sobre o quadro negocial das futuras negociações.

O ministro dos Negócios Estrangeiros do Reino-Unido, que detém a presidência da União, explicou a importância do acordo: “ Acabamos de fazer história. Tivemos juntos a primeira reunião para discutir a adesão da Turquia. Conseguimos cumprir o prazo limite de 3 de Outubro, uma vez que eu comecei a falar antes da meia-noite do Reino-Unido, que é a hora da presidência…” Uma questão de pontualidade britânica no seio de uma Europa a várias velocidades. Para o ministro dos Negócios Estrangeiros turco o momento é de clara vitória: “ Esta é uma situação em que todos ganham. A Turquia, a Europa e o Mundo em geral. A Turquia tens características diferentes de qualquer outro país membro e isto trará maior diversidade à União Europeia”. A aprovação turca surgiu depois da presidência britânica da UE e a Comissão terem preparado uma declaração em que dissipam as preocupações da Turquia quanto a um artigo do documento sobre as negociações, relativo a uma eventual candidatura de Chipre à NATO, adiantaram fontes diplomáticas no Luxemburgo.