Última hora

Última hora

Primeira greve em 12 anos fez parar Bélgica

Em leitura:

Primeira greve em 12 anos fez parar Bélgica

Tamanho do texto Aa Aa

A Bélgica paralizada pela primeira greve geral em 12 anos. A paralização é de apenas 24 horas, mas a adesão, quer no sector público quer no privado, foi de tal forma elevada que a actividade económica do país era hoje quase inexistente.

Não houve qualquer circulação ferroviária, nacional ou internacional. Nas principais cidades eram muito poucos ou não existiam transportes públicos. O aeroporto de Charleroi esteve fechado, enquanto o de Bruxelas funcionou normalmente. O porto de Antuérpia, o segundo da Europa, esteve paralizado. Acontecendo o mesmo com escolas, tribunais, museus, serviços administrativos assim como a maioria das grandes lojas, empresas e os jornais. A greve incluiu mesmo a televisão pública belga. A greve foi convocada pelo sindicato socialista FGTB/ABVV. O objectivo é pressionar o governo, quando se negocia este sábado a reforma da Segurança Social e do sistema de pensões. Houve mesmo sindicalistas que puseram mãos à obra, deslocaram-se por exemplo a hipermercados que não tinham aderido à greve e acabaram por encerrá-los. Apesar da mobilização, o primeiro-ministro Guy Verofstadt já disse que não vai ceder, as reformas são para aplicar com ou sem acordo dos sindicatos.