Última hora

Última hora

Marrocos repatria imigrantes abandonados pela polícia no sul do país

Em leitura:

Marrocos repatria imigrantes abandonados pela polícia no sul do país

Tamanho do texto Aa Aa

Rabat vai repatriar as centenas de imigrantes clandestinos que vagueiam há vários dias na fronteira que separa Marrocos da Argélia, sem água nem alimentos.

Segundo a organização Médicos sem Fronteiras, a maioria dos indivíduos terá sido abandonada nesta região desértica pela polícia marroquina, depois de ter sido capturada e expulsa pelas autoridades espanholas de Ceuta e Melilla. Marrocos, que nega a acusação fez deslocar para região de Aouina-Souatar, vários autocarros assim como uma delegação de diplomatas africanos com o objectivo de proceder à repatriação dos clandestinos. Um dos indivíduos mostra-se revoltado com o facto de ter sido abandonado no deserto depois de ter partido do Benim, outro sublinha que vai voltar a Melilla, para tentar trabalhar do outro lado do mediterrâneo. Segudo â agência noticiosa EFE cerca de 200 indivíduos estarão a tentar regressar à costa marroquina, empreendendo o caminho do deserto. O assalto de centenas de clandestinos a Ceuta e Melilla voltou a revelar as rotas sinuosas da imigração ilegal. As centenas de indivíduos capturados pelas autoridades espanholas deverão ser entregues à polícia marroquina nos próximos dias.