Última hora

Última hora

Os primeiros casos de gripe das aves chegaram à Roménia

Em leitura:

Os primeiros casos de gripe das aves chegaram à Roménia

Tamanho do texto Aa Aa

As autoridades sanitárias romenas detectaram três casos suspeitos nas aves do rio Danúbio sem, no entanto, terem confirmado se se trata da variante H5N1, o vírus mais perigoso da variante que é transmissível aos humanos, responsável pela morte de 60 pessoas na Ásia.

Amostras destes três casos suspeitos foram já enviadas para laboratórios britânicos ao mesmo tempo que foram instauradas medidas de quarentena num raio de três quilómetros na zona em causa. Outras aves domésticas da região de Ceamurlia de Jos, no delta do rio, serão abatidas para evitar uma propagação da doença nesta parte da Europa. A estirpe H5N1 tinha sido já detectada em seis regiões russas da Sibéria e Ural assim como no Cazaquistão. Ontem, responsáveis russos declararam que a epidemia está a desaparecer mas com o regresso de novos pássaros migratórios na próxima Primavera a ameaça voltará. Nos Estados Unidos a preocupação aumenta. Em caso de pandemia os hospitais norte-americanos ficariam rapidamente lotados e a propagação do vírus seria castrófica, o alerta foi lançado pela Associação Federal dos médicos das urgências. Para evitar este cenário Washington chamou representantes de 80 países para uma reunião com a presidência norte-americana com o objectivo de elaborar uma estratégia internacional de combate a este perigo.