Última hora

Última hora

Gripe das Aves: FAO alerta para eventual pandemia, Bulgária reforça controlos

Em leitura:

Gripe das Aves: FAO alerta para eventual pandemia, Bulgária reforça controlos

Tamanho do texto Aa Aa

As autoridades sanitárias búlgaras reforçaram os controlos de rotina, depois de terem sido encontradas três aves mortas na região de Pleven, no Norte do país.

A suspeita de gripe das aves na Bulgária e os casos declarados da doença nas vizinhas Turquia e Roménia levaram a um acréscimo das medidas de vigilância, mas Sófia ainda não confirmou quaisquer casos de gripe das aves em Pleven. Desde 2003, quando surgiu na Ásia um enorme surto da doença, o vírus tem vindo a espalhar-se pela região euroasiática. À medida que vão sendo detectados novos casos, a União Europeia impõe um embargo aos produtos avícolas dos países afectados. Porém, são necessárias medidas mais eficazes. Em Roma, durante uma reunião da Organização para a Agricultura e Alimentação das Nações Unidas (FAO), David Nabarro, coordenador para as Gripes Humana e das Aves, disse que “para prevenir uma pandemia de gripe temos de intensificar a resposta global à presente epizootia de gripe das aves. E não podemos estar certos que as vacinas existentes armazenadas sejam eficazes”. Ante tal alarmismo, os ministros da saúde da UE debatem no dia 20 um reforço das medidas comunitárias contra a doença. Diversos laboratórios nacionais e empresas farmacêuticas desenvolvem uma vacina para o vírus, mas o medicamento, em fase de testes, poderá não servir para conter uma pandemia, no caso do H5N1 sofrer mutações que permitam o contágio entre humanos.