Última hora

Última hora

Liberianos votam em primeira volta das presidenciais

Em leitura:

Liberianos votam em primeira volta das presidenciais

Tamanho do texto Aa Aa

Um milhão e trezentos mil eleitores liberianos são hoje chamados a escolher um presidente e representantes parlamentares.

Vinte e dois candidatos concorrem ao mais alto cargo da nação, mas apenas cinco são vistos como sérios pretendentes. Desde 2003, com a partida para o exílio do presidente deposto Charles Taylor, a Libéria vive um período de transição, com a segurança a ser garantida por um contigente de 15 mil Capacetes Azuis. Hoje, o país destroçado pela guerra civil dá um enorme passo para esquecer um conflito de 14 anos, que causou cerca de 300 mil mortos e milhares de refugiados. Por isso, 400 observadores internacionais, entre os quais o antigo presidente norte-americano Jimmy Carter, vigiam de perto o escrutínio, cujos resultados serão conhecidos dentro de duas semanas. Caso seja necessária, a segunda volta terá lugar a 8 de Novembro. George Weah é um dos favoritos, mas os adversários acusam-no de inexperiência política. No entanto, o carisma e o percurso do antigo futebolista fazem dele um verdadeiro herói nacional. A principal adversária de Weah é Ellen Johnson-Sirleaf, uma antiga economista do Banco Mundial.