Última hora

Última hora

Sindicatos franceses suspendem greve em Marselha

Em leitura:

Sindicatos franceses suspendem greve em Marselha

Tamanho do texto Aa Aa

Centenas de trabalhadores franceses da companhia de “ferry boats” SNCM decidiram esta segunda-feira prolongar uma greve que se mantém há quase três semanas, desde que o governo anunciou a privatização da empresa. Governo e sindicatos não chegaram a acordo sobre o fim dos conflitos, no entanto, os trabalhadores do porto de Marselha anunciaram a suspensão da greve que se prolongava há quase duas semanas.

A decisão foi tomada após uma reunião que envolveu os ministros dos transportes e das finanças franceses e membros da plataforma sindical CGT, que reivindicavam melhores salários. O governo francês quer entregar 38 por cento do capital da SNCM ao fundo de investimento Butler Capital Partners, 28 por cento a uma operadora de transportes, mantendo um quarto do capital e cedendo 9 por cento aos trabalhadores. Na base da decisão desta privatização está a enorme dívida acumulada pela empresa. O conflito social que se seguiu é visto como o primeiro grande teste à governação de Dominique de Villepin, que chegou ao poder apenas há alguns meses.