Última hora

Última hora

Ataques de rebeldes tchetchenos no Cáucaso russo fazem dezenas de mortos

Em leitura:

Ataques de rebeldes tchetchenos no Cáucaso russo fazem dezenas de mortos

Tamanho do texto Aa Aa

Os intensos confrontos entre homens armados e forças de segurança registados esta manhã em Naltchik, a capital da república caucasiana de Kabardino-Balcária, fizeram várias dezenas de vítimas, de acordo com fontes hospitalares.

O presidente desta república russa, Arsen Kanokov, confirmou a morte de 12 civis e de 50 rebeldes. A rádio “Eco de Moscovo”, que cita os médicos do hospital da cidade, diz que 20 membros das forças de segurança terão também morrido durante os confrontos. Entretanto, na internet já circula um comunicado de separatistas tchetchenos que reivindicam os ataques desta manhã. Ao início da manhã, a agência de notícias russa Interfax noticiou que homens armados não identificados atacaram vários edifícios governamentais, incluindo o do Ministério do Interior e uma esquadra de polícia. Durante o tiroteio um grupo de homens armados entrou numa escola primária situada atrás da esquadra de polícia, o que obrigou as autoridades a evacuaram o edifício de urgência, provocando cenas de pânico e confusão, com as crianças a correrem e a chorarem. Uma fonte do Estado-Maior afirmou ainda que foi repelido um ataque ao aeroporto local, mas que havia combates um pouco por toda a cidade. Situação que entretanto já se alterou pois de acordo com Moscovo as forças de segurança já têm a situação sob controlo. Kabardino-Balcária, tal como outras regiões do sul da Rússia, tem sido palco de um aumento da violência dirigida contra a polícia, militares e forças da segurança por parte de movimentos extremistas islâmicos. O crescimento destes movimentos está ligado à guerra de guerrilha que dura há quase dez anos na república da Tchetchénia, que deseja a independência da Federação Russa.