Última hora

Última hora

SPD mantém fiéis de Schroeder no executivo da Grande Coligação

Em leitura:

SPD mantém fiéis de Schroeder no executivo da Grande Coligação

Tamanho do texto Aa Aa

Gerhard Schroeder vai estar ausente do futuro governo alemão, mas o chanceler cessante deixa um importante legado para a “Grande Coligação”.

Depois do SPD ter negociado postos-chave no executivo, três fiéis colaboradores de Schroeder vão assumir pastas de capital importância na futura aliança negra e vermelha. Franz Muntefering, o presidente do SPD, assume o ministério do Trabalho e dos Assuntos Sociais, o antigo conselheiro do chanceler, Walter Steinmeier, vai chefiar a diplomacia, enquanto a constitucionalista Brigitte Zypries se mantém na Justiça. Para o futuro vice-chanceler Müntefering, “os sociais-democratas conseguiram formar uma equipa muito coesa, tanto do ponto de vista do equilíbrio entre homens e mulheres, mas também no que diz respeito à experiência.Temos ministros da Alemanha de Leste, novos e antigos ministros, antigos representantes dos Lander. Por isso, penso que formámos uma boa equipa.” Ao dar a conhecer os oito representantes, o SPD antecipou-se à CDU, que, apenas na segunda-feira, conta fazer o mesmo. Certezas entre os democratas-cristãos, só existem, por enquanto, duas: Angela Merkel vai presidir ao governo, Edmund Stoiber, o líder da CSU, assume a pasta da Economia. Os restantes seis cargos conservadores no executivo ainda não estão definitivamente atribuídos.