Última hora

Última hora

Buscas por sobreviventes no Paquistão chegam ao fim

Em leitura:

Buscas por sobreviventes no Paquistão chegam ao fim

Tamanho do texto Aa Aa

Terminaram as buscas de sobreviventes do sismo de há seis dias na região de Muzaffarabad, no Paquistão. As escavadoras começaram as operações de remoção dos escombros.

A decisão foi tomada pelas autoridades depois de as equipas médicas no terreno terem concluído que as probabilidades de encontrar sobreviventes não ultrapassam os dois por cento. De acordo com o último balanço das autoridades, o sismo de 7,6 na escala de Richter no norte do Paquistão provocou a morte a pelo menos 25 mil pessoas, há mais de 63 mil feridos e 2 milhões e meio de sem abrigo. Números astronómicos que tornam mais evidentes os riscos de epidemias. Famílias inteiras estão a receber apoio humanitário e muitos sobreviventes de zonas remotas e montanhosas começam a chegar aos acampamentos de refugiados onde procuram ajuda. A maioria das pessoas apresenta fracturas ósseas, feridas e traumatismos decorrentes do tremor de terra de sábado. A representante do Programa Alimentar Mundial no terreno lembra que “estas pessoas já enfrentaram este ano condições meteorológicas adversas por duas vezes. Primeiro foi a neve, depois inundações e agora esta terceira catástrofe. Há muita gente a dormir a céu aberto e o inverno está a chegar”. A ONU anunciou entretanto que está marcada para o próximo dia 20 uma conferência de doadores em Genebra, na Suíça, com o objectivo de recolher mais fundos de ajuda às vítimas.