Última hora

Última hora

Gripe aviária: governo turco tenta travar pânico

Em leitura:

Gripe aviária: governo turco tenta travar pânico

Tamanho do texto Aa Aa

O primeiro-ministro turco procura acalmar o medo da gripe aviária depois da confirmação da presença do vírus em solo nacional. O consumo de carne de ave caiu 50% nos últimos dias e o chefe do governo, Recep Taiyyp Erdogan, tenta travar a crise de pânico que assola o país comendo carne de frango e perú diante dos jornalistas.

Com o vírus H5N1 às portas da Europa, Bruxelas reuniu-se de emergência. Peritos veterinários da União Europeia e especialistas de aves selvagens e migratórias estudam medidas de prevenção contra uma possível pandemia. Dentro de quatro dias será a vez dos ministros dos Negócios Estrangeiros discutirem a crise sanitária que ameaça a Europa. Segundo a agência de informação turca haverá nove pessoas hospitalizadas, suspeitas de terem contraído a gripe aviária depois de terem estado em contacto com pombos. Na Turquia e na Roménia foram impostas medidas de quarentena e os abates maciços levam ao sacrifício de milhares de aves.